vida em viver…

By Kika Domingues
Recife – Boa Viagem – Ago/2019

A vida não é sobre quantas coisas eu posso comprar, sobre quão grande minha casa pode ser, ou até mesmo as imensas viagens que um dia poderei fazer. Se trabalho no sonho ou só trabalho.Qual o meu curso? Sou formada em quê? E ela ainda não é sobre o quanto erro; quem tá aqui pra contar? Mas é sobre o quanto acho vida em viver. A luz que nasce com o dia apesar de mim. Na brisa que mesmo assim se fechar os olhos posso sentir em meu rosto. No prazer de hoje. A vida é uma boa e calma leitura de entrelinhas. Deus não é difícil de encontrar.

@bellacrusoe

tua voz…

By Kika Domingues

No te amo como si fueras rosa de sal, topacio
o flecha de claveles que propagan el fuego:
te amo como se aman ciertas cosas oscuras,
secretamente, entre la sombra y el alma.

Te amo como la planta que no florece y lleva
dentro de sí, escondida, la luz de aquellas flores,
y gracias a tu amor vive oscuro en mi cuerpo
el apretado aroma que ascendió de la tierra.

Te amo sin saber cómo, ni cuándo, ni de dónde,
te amo directamente sin problemas ni orgullo:
así te amo porque no sé amar de otra manera,

sino así de este modo en que no soy ni eres,
tan cerca que tu mano sobre mi pecho es mía,
tan cerca que se cierran tus ojos con mi sueño.

Soneto XVII – Pablo Neruda, 1959 (in Cien Sonetos de Amor)