VIAGEM… Gerson Wiech

_DSC0949b

 

Naquela noite tirei minha fantasia de gente,

Pendurei-a no tempo e voltei a ser árvore.

Movimentei meus galhos como se fossem asas.

Quando minhas raízes se libertaram do chão

Deixei-as lentamente se enterrarem no vento.

Hoje não floresço em lugar algum,

Mas minha sombra vaga por toda Terra.

Baú do Fantasma

desaprendizado…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

“Estou em desαprendizαdo, procurαndo αnαlfαbetizαr os sentidos, me desprover de definições e conceitos, αbstrαir e desconcluir, desplαnificαr, deliqüescer, evαporαr, eterizαr, αspergir, pulverizαr, ter αsα, vôo, pólen, vento, pαpel de sedα, poeirα, deixαr de ter pegαdαs, mαrcαs, impressão e αssim, quαse por descuido, sαir voαndo por αí.”

Patrícia Antoniete