O QUE EU TENHO COM VOCÊ…

 ♥  

Mais que o prazer
Lhe conhecer trouxe alegria
Alegria, joie de vivre
O que eu tenho com você

Devo a você
Sentir de volta a juventude
Juventude, joie de vivre
Alegria de viver

Lhe conhecer me trouxe paz
Eu encontrei o meu lugar
Viver ali me deu mais gás
Me deu você e tudo mais

Mais que o prazer
Lhe conhecer trouxe alegria
Alegria, joie de vivre
O que eu tenho com você

Juventude, joie de vivre
Alegria de viver

                                                                                                      Juventude – “A thig of beauty”
                                                                                                                      Celso Fonseca
                                                                                                                   e Ronaldo Bastos
 
 
 
 
 
 
 
 

Para o Deus Menino nos abençoar…

/tumblr_lo0ep1lLGu1qezai3.jpg

É tempo de NATAL… Tempo de espera…

Faça um desejo… Ofereça um presente!

Quer uma sugestão?

“Para seu inimigo, o perdão.

 Para um oponente, a tolerância.

Para um amigo, sua lealdade

Para seu amor, seu coração.

Para tudo, a boa vontade.

Para um irmão, a caridade.

Para toda criança, um exemplo bom.

 Para você, o respeito .”

.♦.

 – • –

A D V E N T O 

NATAL do DEUS MENINO

Espera e Vigília:

 Advento significa “vinda”, “chegada”. Está relacionado à chegada de Deus ao mundo.

Tempo determinado para a preparação da festa do nascimento de Jesus.
Ao mesmo tempo, esta “espera” recebe os traços litúrgicos e de comportamento próprios de uma “vigília”, a partir do impacto da expectativa das comunidades cristãs (venha o teu reino) relacionada à nova vinda de Cristo, à chegada do “novo Céu e a nova terra”.

Temos nesta época conteúdos de fé e tradições cristãs que promovem a alegria, causada pelas dádivas de Deus relacionadas ao nascimento de Jesus e pela expectativa de uma ação salvadora plena que ainda vai chegar, neste caso uma antecipação da grande alegria vindoura.

Esperança:

Advento é um tempo apropriado para fomentar a construção da esperança, uma esperança que transcende os limites das necessidades materiais e imediatas, uma esperança que inclui uma visão de mundo, de tempo e espaço onde é possível a dignidade, a justiça, a paz e o amor, o equilíbrio da vida e da Criação de Deus. Para a construção desta esperança necessário se faz re-elaborar e resistir aos apelos do consumo, próprios desta época em que o comercio e outras ações típicas da sociedade de consumo propõe, subvertendo os conteúdos e as tradições criadas em torno do Natal de Deus no mundo.

http://www.luteranos.com.br/3021/artigos/nota03.html

AMA, ESPERA e CONFIA

O AMOR É DOCE
O AMOR É DOCE

 . ♥ .

O amor tem me revelado muito de si mesmo em Bethânia*. Das muitas facetas que dele aprendo a que tem mais me ensinado é a do amor feito espera. Aquele jeito de amar onde o amante é impotente diante das escolhas e decisões do amado. Sim! O verdadeiro amor é feito de espera silenciosa macerada na dor de quem é chamado a respeitar a liberdade do amado.
Explico-me. Quantas são as situações onde você, por mais que veja adiante, nada pode fazer? Quantas são as situações onde, se dependesse de você, tudo seria feito para evitar que o amado se machucasse ou se perdesse no caminho? Mas, eu e você sabemos por força do próprio amor, que situações existem em que você nada pode fazer. Resta-nos esperar. Espera silenciosa, dura, difícil como a do pai misericordioso que diante da decisão do filho que vai, se contenta em esperar na janela a hora do retorno. E o mais aterrador: Deus nos ama assim, pois sabe das tantas vezes em que contra sua vontade lhe dizemos não. Não há escapatória, compreender o amor feito espera é sinal de maturidade de quem ama. (…)
Amor que tudo crê. Tudo espera. Tudo suporta. Amor que jamais acabará (tema paulino de 1Cor 13). Amor que nos impele, na fé, a pedir ao Senhor que ascenda uma vela para iluminar a sombra inconsciente que não permite ver a luz de Deus, nessa hora de escuridão.
O amor que amadurece está em aceitar a impotência de quem ama diante do amado que escolhe. O amor que cresce e floresce está em aceitar nossa suposta fraqueza. Sim! Pois é como nos sentimos: fracos. É como fracos, que ao amar visando o bem do amado, nos curvamos diante da liberdade de quem fez suas escolhas boas ou ruins. Fracos? Não! Fortes! Fortes porque nos tornamos capazes de esperar na janela da fé e da confiança. Isso também é escolha. Somos nossas escolhas e o resultado será de acordo com o que fizermos com as escolhas feitas. Desejo a você um amor feito de escolhas. Desejo a você um amor feito de espera. Ame. Espere. Confie.

(Pe.  Vicente)

Fonte:

http://blog.cancaonova.com/padrevicente/2009/05/28/ama-espera-e-confia/

*http://www.bethania.com.br/quem-somos/nossa-historia

♥    &   ♥

——