Contrários… Pe. Fábio de Melo

(www.google.com)

 

 

Contrários

(Pe. Fábio De Melo)

 

Só quem já provou a dor
Quem sofreu, se amargurou
Viu a cruz e a vida em tons reais

Quem no certo procurou
Mas no errado se perdeu
precisou saber recomeçar

Só quem já perdeu na vida sabe o que é ganhar
Porque encontrou na derrota o motivo para lutar

E assim viu no outono a primavera
Descobriu que é no conflito que a vida faz crescer

Que o verso tem reverso
Que o direito tem avesso
Que o de graça tem seu preço
Que a vida tem contrários
E a saudade é um lugar
Que só chega quem amou
E que o ódio é uma forma tão estranha de amar

Que o perto tem distâncias
E que esquerdo tem direito
Que a resposta tem pergunta
E o problema solução
E que o amor começa aqui
No contrário que há em mim
E a sombra só existe quando existe alguma luz.

Só quem soube duvidar
Pôde enfim acreditar
Viu sem ver e amou sem aprisionar

Quem no pouco se encontrou
Aprendeu multiplicar
Descobriu o dom de eternizar

Só quem perdoou na vida sabe o que é amar
Porque aprendeu que o amor só é amor
Se já provou alguma dor
E assim viu grandeza na miséria
Descobriu que é no limite
Que o amor pode nascer…

(www.google.com)

ouça essa linda canção…

http://www.youtube.com/watch?v=PH2jrSbV-C4

 

Certas canções…

 

Emotion_by_shecravesrevenge
 
 
 

Já postei esta canção neste espaço

quando falava da Poesia e das Canções de TUNAI,

e também não posso deixar de citar aqui a

sua parceira com outro “monstro  sagrado” que é o

Milton Nascimento… 

http://photokika4662.wordpress.com/2008/12/29/tunai-e-suas-belas-cancoes-poesias/

 

ººººººººº

Preciso postar novamente para afirmar e confirmar como a alma

do poeta conhece os sentimentos mais profundos da natureza humana;

de como nos encontramos:  pessoas, vidas e emoções viajando através

das canções… Das poesias…

A  música e a poesia tem me unido a pessoas

 e vidas que eu jamais sonhei existir ; 

jamais  pensei um dia encontrar.

Levando-me a viagens inimagináveis ; através do coração.

Pra mim são divinas: a poesia e a canção…

Imagina então a união dessas duas maravilhas…

ººººººººººº

Certas Canções

Composição: Tunai e Milton Nascimento

Certas canções que ouço
Cabem tão dentro de mim
Que perguntar carece
Como não fui eu que fiz?

Certa emoção me alcança
Corta-me a alma sem dor
Certas canções me chegam
Como se fosse o amor

Contos da água e do fogo
Cacos de vidas no chão
Cartas do sonho do povo
E o coração pro cantor
Vida e mais vida ou ferida
Chuva, outono, ou mar
Carvão e giz, abrigo
Gesto molhado no olhar

Calor que invade, arde, queima, encoraja
Amor que invade, arde, carece de cantar

http://www.youtube.com/watch?v=DW8rFunsCIg&feature=related