CONSUELO DE PAULA , uma mineira cheia de poesia…

1Ale e Con_MG_5361

google.com

 

 

Para guardar e não mais esquecer dessa compositora mineira (poetisa), música maravilhosa, Consuelo de Paula. Mais uma preciosidade para o meu “livro de recortes”… “Garimpando” você vai encontrar coisas belíssimas.

A canção em destaque neste post  faz parte do projeto musical que trás o título “Dança das Rosas”:

“A canção sugestiva “Dança Para Um Poema” inaugura Dança das Rosas como uma nascente de um rio longo: “… passam rios no meu corpo, na minha voz, navios e embarcação”. A composição é uma conversa com os três movimentos do Poema Para Dança de Maria Del Carmen.” Leia mais http://www.consuelodepaula.com.br/dancadasrosas/release.htm

A Consuelo por ela mesma!

Acompanhe os links abaixo, vale a pena!

Dança Para Um Poema
Consuelo de Paula

Dou-te a minha pele, a minha mão
Hoje sou a terra da criação
Passam rios
No meu corpo
Na minha voz
Navios
E embarcação

Hoje sou a terra onde nasceu
Onde minha tribo nunca morreu
Meus pés irão
Desenhar
O coração
A montanha
E a nação

Mostro minha dança
Vento, canção
Lírios e madeiras
Vinhos e pão
Mostro a ti
Com a minha mão
O amor, o sal
Pedra e paixão

Eu sou o jardim
O solo, o quintal
A dança do milho
A espiga afinal
Um corpo teu
Nele pisas
Inda não vês
Te alimentas
Inda não crês

Sou um continente
Desconhecido
Um salão de dança
A imensidão
A minha pele
A minha mão
Eu vou te dar
Te convidar
Para dançar

Luiza Dvorek interpreta Dança para um poema

Consuelo Interpreta Convite. Vale a pena!

Consuelo Interpreta “Retinas”

Playlist You Tube Consuelo de Paula

Letras e Músicas de Consuelo de Paula

consuelo blog

google.com

 

Luar espere um pouco que Chico Buarque está fazendo 7.0

 

 

De olhos apaixonantes, voz inconfundível e estilo no cantar, meu Chico e de todo mundo está completando 70 anos… São várias as homenagens a esse músico, poeta instigante, filósofo,rebelde, visionário e tantas coisas mais…

Cresci, amadureci e cheguei até aqui ouvindo e cantando Chico Buarque de Hollanda.

Lembro como se fosse hoje, eu  três anos de idade, ainda de fraldas, vendo a minha imagem refletida no vidro da “radiola” da minha casa, escutando,dançando, aprendendo as letras e cantando as melodias de Chiquinho(nem sabia o que significava mas já sentia que a coisa era muito boa rssss), hipnotizada pelos seus lindos olhos, na fotografia que estampava a capa do seu primeiro Vinil lançado em 1966…

Eu morava no alto sertão do Piauí, meu pai trabalhava na Chesf e estávamos todos acampados para a construção da Barragem de Boa Esperança, sim! Mas a sua voz chegava até lá!

É uma paixão antiga… Um amor eterno…   Vamos que vamos Chiquinho!!

 
Para ouvir o Vinil completo (Eu tenho esse vinil :-))
http://www.youtube.com/watch?v=rKL-lRCmbis

“EU ME CRIEI NO MAR E FOI LÁ QUE APRENDI A NADAR…”

Uma das obras-primas do meu amigo Djavan…

Água

Tudo que se passa aqui
Não passa de um naufrágio
Eu me criei no mar e
Foi lá que eu aprendi
A nadar
Pra nada
Eu aprendi pra nada

A maré subiu demasiada
E tudo aqui está que é água
Que é água

Água pra encher
Água pra manchar
Água pra vazar a vida
Água pra reter
Água pra arrasar
Água na minha comida
Água
Aguaceiro
Aguadouro
Água que limpa o couro
Ou até mata

———————

Não deixe de ouvir também… :-)

RENATO BORGHETTI – música e estilo inconfundíveis

Renato Borghetti começou na música aos dez anos de idade, tocando uma gaita-ponto que ganhou do pai em Barrra do Ribeiro.

Em pouco tempo já era atração no Centro de Tradições Gaúchas comandado por seu pai e, aos 16 anos, se apresentou pela primeira vez.

Seu primeiro disco, o Gaita-Ponto tornou-se o primeiro álbum de música instrumental brasileira a ganhar um disco de ouro, vendendo cem mil cópias.

Excursionou por todo o Brasil, e por diversos países da Europa, e fez uma temporada no S.O.B.’s, em Nova Iorque.

Em 1991 ganhou o prêmio disco do ano, na categoria regional, da Associação Paulista de Críticos de Arte.

Renato mescla folclore e modernidade em suas composições, tendo um estilo inconfundível. Tem mais de uma quinzena de discos gravados e dezenas de participações em gravações.

(Fonte: Wikipédia)

O homem por trás da Gaita Ponto – Histórias de Renato Borghetti:

Acesse os links abaixo das imagens para conhecer mais histórias da vida de Renato Borghetti

A DOENÇA E A CURA DA SUA FILHOTA

Renato Borghetti conta como ajudou a filha a superar a leucemia

Foto: Gabriela Kirch

http://www.jornalnh.com.br/gente/275444/renato-borghetti-conta-como-ajudou-a-filha-a-superar-a-leucemia.html

SOBRE A FUNDAÇÃO GAITA PONTO

http://www.farrapo.com.br/noticia/2/4449/Talentos-da-Gaita-Ponto-estao-sendo-revelados-na-Fabrica-de-Gaiteiros-

E pra fechar este Post com chave de ouro… Ouça:

Renato e Veco Marques – Da Sétima ao Pontal